em desenvolvimento english
     
 
  ANO DE 1918  
       
     
Terminara a guerra e Francisco Martins era um homem muito ligado à Industria Pirotécnica, tendo-se tornado pioneiro no fabrico de rastilhos em Portugal.
Construiu ele próprio as suas máquinas e começa a produzir os primeiros rastilhos. Os seus filhos seguiram-lhe o caminho.
A qualidade dos seus rastilhos rapidamente se tormou famosa, em 1952 termina a actividade pirotécnica para se dedicar exclusivamente ao fabrico de rastilhos. Nesse mesmo ano chama o seu filho Jacinto C. Martins que, ao assumir a plena gerência em 1964, aperfeiçoou os processos de fabrico aplicando modernas tecnologias ao fabrico dos Rastilhos SM.